Notícias


Participantes ressaltam formato e qualidade dos debates na 3ª edição do encontro de magistrados da Infância e Juventude

Participantes ressaltam formato e qualidade dos debates na 3ª edição do encontro de magistrados da Infância e Juventude

Ocorrido entre os dias 3 a 5 de outubro na sede da AMAPAR em Guaratuba, a 3a edição do encontro de magistrados da Infância e Juventude comprova a consolidação do evento e o comprometimento mais do que especial de juízes que atuam na sensível área.

O fortalecimento da magistratura que exerce a judicatura ao destinar atenção especial às crianças e adolescentes mereceu observação da juíza Noeli Reback, que possui grande experiência e coordena os trabalhos desde a primeira edição do encontro.

“Mostra que o juiz da Infância e Juventude sai fortalecido. Cada vez mais tem um olhar além do jurídico, necessário e legal. Tem o pensamento voltado para as necessidades de crianças e adolescentes. Crescemos, todos juntos”, ressaltou, ao também tecer elogios à qualidade dos debates, apresentação de enunciados e eleição de colegas que atuarão no fórum de juízes da Infância e Juventude.

Também experiente na área e coordenador do encontro, o juiz Fábio Ribeiro Brandão ressaltou o formato dos trabalhos, que procurou fugir do tradicional, até massante muitas vezes, que traz a fórmula de um palestrante e todos em silêncio como simples espectadores. Ao adotar metodologia ativa, que é prática permeada pelo diálogo de todos os participantes, o encontro superou as expectativas, comentou o magistrado. “O formato utilizado é muito especial, inclusive aprovado pela metodologia ativa e com certificado da ENFAM”, destacou.

WhatsApp Image 2019 10 07 at 12.27.40

COMPROMETIMENTO

Referência na área de Infância e Juventude, o desembargador Fernando Wolff Bodziak dedicou um comentário especial ao evento e teceu considerações que demonstram o comprometimento da organização e dos participantes. “Depois de três dias de intenso trabalho, troca de experiências e muita reflexão, Magistradas e Magistrados vocacionados e comprometidos com a causa da criança elaboraram enunciados acerca dos temas propostos”, afirmou.

O desembargador Bodziak comentou, ainda, que o evento serviu como rica fonte de aproximação e fortalecimento dos vínculos de todos os envolvidos. “Mesclando momentos de concentração e descontração. Sugestões foram trazidas pela Magistratura da Infância e Juventude que se uniu em busca de soluções frente às dificuldades do dia a dia forense”, completou. O magistrado também agradeceu os organizadores e apoiadores, em especial à Juíza Noeli Reback, Coordenadora da Infância e Juventude, os Coordenadores Regionais e Supervisores de ERAMs, a Cúpula do TJPR, AMAPAR, EMAP, equipes do CONSIJ e da CIJ, Juízas e Juízes que prestigiaram o evento. “Sucesso absoluto!”, pontuou.

No encontro foram eleitos os magistrados e magistradas que conduzirão o fórum estadual de juízes da infância e juventude: Rodrigo Rodrigues Dias (presidente), Cláudia Catafesta (vice-presidente) Edson Jacobucci Rueda Junior (1o secretário) e Luciana Assad Luppi Ballalai (2a secretária). Ainda foi aprovado o regimento do referido fórum e estabelecida a primeira quinzena de 2020 para realização de novo encontro.

O evento contou com apoio da

apoio sanepar

 

Comentários Facebook

EMAP - Núcleo de Curitiba
09/10/2019

 

Voltar