Notícias


Conferência do presidente do TJPR abre o ano letivo na EMAP

Conferência proferida pelo presidente do TJPR, Luiz Fernando Tomasi Keppen, nesta terça-feira (28), abriu o ano letivo da Escola da Magistratura do Paraná (Emap) para alunos e alunas matriculados no tradicional curso de preparação à magistratura.

A tradicional aula inaugural, realizada no auditório do TJPR, foi acompanhada por magistrados, magistradas, professores, professoras e cursistas e transmitida pelo YouTube.

Na sua fala, direcionada à magistratura paranaense e aos 140 cursistas matriculados no atual curso de preparação, o desembargador Keppen ressaltou a importância da Emap, instituição que completa 40 anos neste ano de 2023. Revelou que se sente honrado pelo fato de pertencer aos quadros da instituição. “Para mim foi decisiva a participação na Emap para o acesso à magistratura”, destacou. Durante a conferência, o presidente do TJPR também trouxe a experiência adquirida como conselheiro do CNJ e apontamentos sobre a importância do juiz na sociedade, além de aspectos éticos relacionados à magistratura.

DIFERENCIAL DA EMAP

Por sua vez, o presidente da Amapar, Jederson Suzin, ressaltou a importância da Emap e a diferença que a instituição tem na vida de magistrados e da comunidade jurídica. “Continua sendo ela o berço de formação aos magistrados. E eu diria mais. A grande diferença para aprovação no concurso de ingresso na magistratura”, pontuou Suzin, que ressaltou a qualidade do corpo docente. Ao se dirigir aos cursistas, o presidente da Amapar falou da essência da magistratura, como a dedicação aos semelhantes.

Diretor-geral da Emap, Osvaldo Canela Júnior disse que a instituição tem procurado se adaptar às novas necessidades da sociedade. Explicou, ainda, sobre os três grandes módulos do curso, com a didática e a teoria, a prática e a imersão na atividade jurisdicional, além da abordagem de temas contemporâneos. Também participaram do ato, ao representarem a Emap, a supervisora pedagógica, Rafaela Mattioli Somma, a diretora do núcleo de Curitiba, Carolina Fontes Vieira, o vice-diretor do núcleo de Curitiba, Diego Paolo Barausse e demais professores.

 

 

 

 

Comentários Facebook

Escola da Magistratura do Paraná
01/03/2023

 

Voltar