Notícias


Magistrados iniciam curso de excelência com destaque na análise econômica do Direito

A exitosa e inédita parceria entre Associação dos Magistrados do Paraná (AMAPAR), Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), Escola da Magistratura do Paraná (EMAP) e Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi efetivada com a abertura, nesta sexta-feira, dia 23, de um curso de excelência para 50 magistradas e magistrados, com destaque à análise econômica do Direito.

Associados à AMAPAR iniciam curso de excelência com destaque na análise econômica do Direito
O curso leva o nome de “Introdução ao Direito e Economia para membros do Poder Judiciário”.

O início dos trabalhos aconteceu no auditório da AMAPAR e contou com a participação do presidente do TJ-PR, Adalberto Jorge Xisto Pereira, do corregedor-geral de Justiça, José Augusto Gomes Aniceto, do diretor-geral da EMAP, Clayton de Albuquerque Maranhão e do professor Antônio josé Maristrello Porto, diretor de Estudos de Novos Negócios da FGV e membro do Comitê de Pesquisas Aplicadas da FGV.

Na oportunidade, os representantes das instituições, agora parceiras, assinaram um acordo de cooperação técnica e científica, que visa estabelecer parcerias de cunho científico e acadêmico entre as partes signatárias, com o objetivo de intercambiar conhecimentos e práticas. Também contribui para o aprimoramento das instituições por meio da promoção de atividades de ensino e pesquisa, em conformidade com a legislação vigente.

Ao prestigiar a abertura do curso, o presidente do TJ-PR, Adalberto Jorge Xisto Pereira, falou da importância da formação constante. “Temos que ter em mente, sempre, que nós precisamos nos atualizar. Temos que ter muita responsabilidade, saber que a magistratura é uma profissão muito difícil. Nós temos uma responsabilidade social muito grande”, comentou. O corregedor-geral, José Augusto Gomes Aniceto reiterou sobre a importância do curso e saudou a magistratura.

CAPACITAÇÃO CONSTANTE

Ao também representar no ato o presidente da AMAPAR, Geraldo Dutra de Andrade Neto, o desembargador Clayton Maranhão asseverou que a FGV tem como política nacional a capacitação de juízes. “Foram bons propósitos, de pessoas certas, nos lugares certos”, destacou, ao falar do resultado da parceria, que representa verdadeira conquista para a magistratura paranaense.

Maranhão comentou, ainda, que o curso, logo que divulgado, já contava com lista de espera, tamanha a importância, além de informar o crescente interesse de juízes pela capacitação constante. Como exemplo, citou a marca atingida de 30 magistrados formadores nas últimas semanas.

Antes de iniciar o primeiro módulo, o professor Antônio Carlos Porto Gonçalves lembrou que no Brasil o Judiciário acaba sendo a solução para variados assuntos e, por isso, tende a gastar energia com situações que, talvez, não precisasse. “Vocês são os grandes reguladores do Brasil”, destacou, ao se direcionar aos juízes.

O representante da FGV ainda informou que além das certificações pela ENFAM e FGV, que com o curso completo, de todos os módulos, também rende um certificado de Educação Executiva.

IMG 2680

Comentários Facebook

EMAP - Núcleo de Curitiba
26/09/2019

 

Voltar